terça-feira, 27 de maio de 2008

O desafio I .





Boa tarde, alunos !

Na 802 e 803 aprendemos e partilhamos com muito diálogo sobre o tema : LIBERDADE. Momento de motivação e partilha. Utilizamos a fábula "O lobo e o cordeiro" com aprofundamentos de Marisa Lajolo em Histórias sobre ética !

Usarmos a LIBERDADE para promover o mal é importante ? Condiz aos conceitos éticos ?
Que sejamos JOVENS capazes de construir uma sociedade baseada no respeito, amor e partilha. Liberdade é a ferramenta que temos para inaugurarmos um novo tempo com atitudes de AMOR.

Respondam nos comentários (abaixo) : Você é um jovem construtor de uma liberdade que promove a paz ?





  • Os 10 primeiros comentários serão recompensados ! Ah, não esqueça de por o nome completo e a turma !

Olá turma 700 !!!

Nossa aula de hoje contribuiu para que descobríssemos o valor que temos como pessoas !
1ª exposição e apresentação do trabalho pedido .




  • Os trabalhos ficaram lindos ...


  • Adorei a participação de cada um !


  • Adorei a exposição dos bonecos / as declarações pessoais e acima de tudo: o desejo de se tornarem maiores vencendo os próprios obstáculos !


  • Parabéns para todos !


Que sejamos construtores da paz !
Que sejamos éticos, capazes de transformar a sociedade com atitudes de amor !
Que o diálogo seja uma das grandes ferramentas para a promoção da PAZ .

Abraços,

Profº Rodrigo .


13 comentários:

bruno disse...

Sim , pois se tivessemos direitos de exercer muitas das "Liberdades" que queremos naun estariamos vivendo numa comunidade onde há dificuldades em muitas coisas.

Barra Mansa 27 de maio de 2008
Bruno Avelar Silva Almeida Dias
Turma: 803 Nº: 04

Daiene disse...

Você é um jovem construtor de uma liberdade que promove a paz ?
Sim...pois devemos ter limites para exercer a nossa liberdade... por que se cada uma provove sua propria liberdade pensando em suas atitudes o mundo ficaria bem melhor do que estamos vivendo...estamos vendo atitudes que dizem ser uma liberdade mas acaba sendo uma atitude irracional..
Barra Mansa 27 de MAio de 2008
Daiene Corrêa Ramos
Turma: 803 N°:07

gracy disse...

Sim... Claro!
Ser cidadão: Realizar direitos e deveres.
E essa declaração tem como principio três pontos: LIBERDADE, IGUALDADE e FRATERNIDADE

• Liberdade ~ Dá a ideia de que qualquer forma de..como posso falar.. ESCRADIDÂO.. é inaceitável..Pois todos nascemos livres...Acima de tudo, temos que coloca um limite na nossa vida... Pensar nas atitudes.. por que pode se finalizar-se como um irracional !

• Igualdade ~ Dá ideia de que nascemos iguais...embora sejamos tão diferentes uns dos outros.Isso e algo dificil de ser compreendido nos dias atuais.

• Fraternidade ~ Refere-se a ideia de que devemos combater qualquer forma de descriminaçao e arrogancia, agindo solidariamente um com os outros.

Bom... A consciencia democratica e a unica maneira de garantir construçao de um mundo justo pacifico..

Dia: 27 de Maio de 2008
Grace Kelly Lopes Ferreira
Turma 803 Nº 12

Julio disse...

Sim , A liberdade depende muito da pessoa qe somos , pois dependendo da pessoa não saberá usar a liberdade para promover a paz , mais eu acho que eu sei usar a minha liberdade para promover a paz , eu acho que todos que tem fé tem essa inteligência ao usar a sua liberdade !

Barra Mansa 27 de MAio de 2008
Julio Cesar de Oliveira do carmo
Turma: 802 N°:13

joice disse...

Sim.Pois Promover a paz e a liberdade começa no nosso eu, se estende a nossa família e a todos os nossos relacionamentos, a maneira como interagimos com o meio ambiente em geral.
Podemos então, ser criadores de padrões sociais e de estilo de vida que gerem a paz no plano individual e coletivo.
O direito a vida em todas as suas fases de crescimento; o direito a identidade, independentemente da raça, do sexo, das convenções religiosas; o direito aos bens materiais, necessários a subsistência; o direito ao trabalho e a igual partilha dos seus frutos para uma convivência solidária…, são fatores indispensáveis para a paz..nao basta gritar protestar. Não e só preciso agir, promover e construir. a momento de darmos uma parada nessa correria desenfreada e repensarmos nossa maneira de ser e de agir.E preciso que cada cidadão se pergunte seriamente:O que estou fazendo para que haja mais justiça e,conseqüentemente,mais paz.A partir dessa reflexão,talvez possamos chegar a algumas conclusões que serão vitais para o nosso futuro.


Barra mansa 27 de maio de 2008
Joice da Silva Afonso
Turma: 803 Nº:19

Anônimo disse...

Sim, pois eu sei que a liberdade não é para ser usada para a mal, nossa liberdade tem limites, se utrapasarmos esse limite cometendo atos não éticos podemos causar danos a sociedade em que convivemos. Por isso devemos pensar sempre nessa nossa LIBERTADE pois ela pode nos trazer danos e beneficios.E nós jovens devemos sempre usar a liberdade para coisas boas para que no futuro tenhamos uma vida digna.

Barra Mansa 28 de maio de 2008
Lucas Fagundes Lana
Turma: 803 Nº: 21

Lais disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lais disse...

Sim,pois sei que para exercer a liberdade temos que ter limites nao podemos sair por ai fazendo oq quisermos,cada um tem sua liberdade mais tambem tem o dever de usar essa liberdade com consciencia,estamos vendo em varios lugares atitudes que nao promovem uma liberdade baseada na paz.É necessario usar nossa liberdade de maneira correta para que no futuro possamos ter um vida digna e olhar para tras e sentir orgulho dos nossos atos.

Barra Mansa 28 de maio de 2008
Lais Cristina Ribeiro
Turma:803 Nº:20

erica disse...

Sim...pois todos nós temos direito ao livre arbítrio e sendo assim podemos usufruir da nossa liberdade do jeito que quisermos seja ela para promover o mal ou até mesmo nosso próprio bem.Para vivermos bem é necessário que haja muita paz(e ter conciência disso),por isso é racional que nossa liberdade esteja voltada pra ética!! Com certeza, ser ético é estar em busca de um MUNDO MELHOR sendo assim eu tenho ética!

Barra Mansa,28 de maio de 2008
Érica da Silva Costa
N° 09 Turma:803

joice disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
cleiton disse...

sim
temos o direito de fazer o que quisermos com a nossa liberdade, soó que tudo tem uma consequencia, se usarmos mal a nossa liberdade, as consequncias serão ruins,e obviamente, se usarmos sabiamente a nossa liberdade, as consequencias serão boas e temos que ter consciencia de algo muito importante: a nossa liberdade nunca pode invadir a privacidade dos outros, cada um deve ter o seu espaço e isso deve se rigorosamente respeitado pois fazendo isso, você estará usando a sua liberdade corretamente

Barra Mansa, 2 de junho de 2008
Cleiton Luciano Pígli Almeida
Turma: 802, nº:06

gracy disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gracy disse...

Usarmos a LIBERDADE para promover o mal é importante ? Condiz aos conceitos éticos ?

A violência constitui hoje um tema pela qual sua presença não pode ser ignorada. É provavelmente, uma das questões que mais nos causa pânico e aflição, quando tentamos situá-la em relação a problemas tão graves como a perda do emprego ou as incertezas frente a um futuro sem grandes perspectivas.

A violência, com a sua carga de dor, sofrimento e morte, conseguiu fazer parte de nossas preocupações cotidianas e avança sobre os territórios físicos, mentais e sociais. Dela podem se fazer várias cartografias, mas os seus desdobramentos vão além das suas delimitações espaciais e epidemiológicas.

O enfrentamento da violência acaba sendo o de atuar não somente sobre as conseqüências diretas dos atos de violência, mas juntar-se às propostas que conduzam à defesa da vida e da cidadania. Nesse sentido, os trabalhadores da saúde têm papel importante, pois cabem a eles funções diretas no trato com pessoas, grupos e comunidades atingidas pela violência, não somente para minorar sofrimentos, mas para o exercício da vigilância epidemiológica durante tempos de violência, como também a denúncia de atos de violência. Em realidade, a questão da violência, quando comparada a outros problemas de saúde, não recebe a mesma consideração.
De um modo geral, quando se analisa a violência, as questões que se colocam como fundamentais e sobre as quais se assentam medidas preventivas ou de promoção de caráter social e que se deslocam para todas as outras áreas, como educação e saúde, referem-se aos princípios éticos, de justiça e solidariedade como orientadores das ações humanas.

Muitas pessoas que sofrem com algo do tipo de traumatisco seja lá o que for.. atrapalha na sua total liberdade, pois fazendo com que a pessoa tenha remorço, medo..se sentindo muita insegura! É ético que uma pessoa se sinta mal e insegura...mais acho super anti-ético aqueles momentos trágicos que marcam a vida de uma pessoa (que pode ser inoscente ) pela vida toda, com a finalidade de sempre ter aquilo em mente...
Por fim... O ser humano, UM SER RACIONAL está sendo incapaz de encherga o grande problema que esta acontecendo a cada dia..prejudicando a muitas pessoas, até mesmo inoscentes !
Devemos pensar e si em primeiro lugar, mais não ser egoísta..ter coração bom pra poder ver que a violência num leva a nada, so atrapalha demais e contudo mechendo com psicológicos de varias pessoas...

Temos que ser JOVENS capazes de construir uma sociedade baseada no respeito, amor entre pessoas..Dialogo.. Liberdade ajuda a nos contemplar com o ato de amor... TEMOS que promover a PAZ, ETC..

Barra Mansa, 01 de julho de 2008
Nome: Grace Kelly Lopes Ferreira
Nº 12 Turma: 803